quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Um homem alegre é muito bom. Com ele se passam noites adoráveis e fins de semana inesquecíveis; mas, para gostar mesmo, é preciso que exista no fundo de seus olhos uma certa melancolia, um certo mistério. Não há nada mais apaixonante do que aquele homem que de repente, no meio de uma festa, fica com o olhar perdido, em outra realidade. Aí começa o verdadeiro interesse: por onde andarão seus pensamentos? Não pergunte, para não obrigá-lo a mentir. As ciumentas poderão imaginar que ele está pensando em outra mulher. Mas não: ele está no próprio universo, sem ver as bonitonas - incluindo você -, distante de tudo. Homens assim viveram e sofreram, o que faz deles pessoas diferentes. Sinceramente: é possível conviver com um homem que acha que a vida é sempre uma canção? Até dá, mas só durante um almoço de sábado, o que não dá é para se apaixonar. Suponha que você conheça alguém muito interessante. Se isso acontecer no verão, ele terá o direito de ser um pouco mais alegre do que se espera de um homem. Poderá dar umas risadas e dizer certas bobagens, mas sem exageros; contar piadas, nem pensar. Com a temperatura acima dos 35 graus a permissividade aumenta, mas, se esse encontro se der no inverno, os procedimentos deverão ser mais cautelosos. Ninguém suporta um homem que ri o tempo todo. Também não estamos falando daqueles que tradicionalmente acordam de mau humor, esses só matando. Mas um homem precisa ter um mundo só dele, ao qual ninguém tenha acesso, nem você. Para usar um termo bem fora de moda, ele não deve estar na sua, e sim na dele. Isso significa que ele deixará claro - sem que uma só palavra seja dita - que é capaz de sobreviver a tudo, até a sua falta. E, se isso acontecer, ele não dará vexame. Um homem na dele é um homem que encontrou seu equilíbrio mais profundo porque já sofreu; e só quem já sofreu sabe que conseguirá, sempre, sobreviver. Mesmo que ele embarque no mais lindo veleiro, com as mais lindas mulheres, no seu olhar sempre haverá um certo desencanto, típico dos que não têm mais ilusões. Cuidado: dificilmente você conseguirá chegar ao fundo do coração de um homem desses. Mas tudo é possível, e, se um dia isso acontecer, prepare-se para viver um grande amor. Não será desses amores cheios de glamour e gargalhadas; será um momento mais contido, em que você pensará menos em sedução e mais em sentimentos. Não haverá tempo para comprar vestidos novos e sandálias plataforma; talvez vocês comprem um gato e um aquário com um peixinho dourado e passem horas olhando essas duas obras de arte da natureza. Os dias serão mais silenciosos, o telefone vai tocar menos, aos poucos os amigos irão se afastando, mas alguém precisa de amigos nessa hora? Vocês irão à feira juntos e acharão maravilhoso. Mas um dia você vai acordar com vontade de ir almoçar fora - sem ele - e tomar duas ou três cai pirinhas. É o início do fim, e ele vai perceber. Vai perceber e você vai sofrer, sabendo que aqueles foram os melhores tempos de sua vida. Mesmo assim, será inútil chorar ou pedir para ele ficar. Deixe-o ir antes que seja tarde (e você sabe do que estou falando). Ou pensava que um amor desses pudesse ser eterno?

1 Comment:

  1. *~the girl said...
    É...tenho que admitir que um homem misterioso faz meu coração bater...bater, bater!Acho que por ser um pouco fechada no dia-dia...fico com as "anteninhas" levantadas quando vejo um cara desse tipo.Não sei como tem garota que não gosta de homens...eles são tão fofos(quando querem.Rs),mas fazer o que?gosto é gosto.Brigada pelo coment,viu?sempre que passar no meu bloguxo,retorno para comentar no seu.Amei demaissssssss esse texto.Super beijo e fica com Deus.
    :-)

Post a Comment